Adepto que Pedala Pela Seleção foi Atropelado no Brasil

213
O adepto da seleção portuguesa de futebol Jorge Franco vai ser operado a uma fratura no fémur da perna esquerda, em Campinas, no interior de São Paulo, depois de ter sofrido um acidente no Brasil.

O adepto, de 42 anos, conhecido por fazer loucuras para acompanhar a equipa das “quinas” noutros países, foi atropelado na berma da uma autoestrada na cidade de Itapecerica da Serra, na região metropolitana de São Paulo, após ter percorrido de bicicleta cerca de dois mil quilómetros numa semana, entre Porto Alegre e São Paulo.

Em Mundiais e Europeus anteriores, o empresário já percorreu 32 mil quilómetros de bicicleta na Europa e atravessou 20 mil quilómetros da África de camião, por exemplo.

“É uma pena que o acidente tenha interrompido a jornada, mas o bom é que ele não se feriu gravemente. Atropelamentos como esse podem até matar”, afirmou à Lusa o ortopedista José Luís Zabeu, responsável pela operação de Franco e coordenador do hospital Ouro Verde, em Campinas.

Segundo o médico, a intenção do paciente era pedalar 20 mil quilómetros e percorrer as 12 cidades-sedes de jogos do Mundial 2014, no Brasil, antes de a competição começar, para depois assistir aos jogos de Portugal.

Franco, que havia iniciado o percurso em Porto Alegre, estava perto a São Paulo, quando foi atropelado, e dirigia-se a Brasília.

De acordo com Zabeu, a recuperação do empresário de Setúbal vai prolongar-se por cerca de dois meses e meio.

“Ele estava muito bem fisicamente”, realçou o médico.

Após o acidente, em Itapecerica da Serra, Franco foi levado para Campinas, porque o contato que possuía no Brasil era o da diretora de Turismo local, Alexandra Caprioli, que está a preparar a cidade para receber os treinos da seleção lusa durante o Mundial 2014.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome