A ABUS chega a acordo para adquirir a fabricante italiana de capacetes Maxi Studio S.R.L. que será totalmente integrado ao grupo ABUS.

A empresa, com sede em Vanzo Nuovo, perto de Veneza, foi fundada em 1993 pelos irmãos Oliver e Massimo Simonaggio e atualmente emprega 40 pessoas. A Maxi Studio está centrada principalmente no desenvolvimento e produção de capacetes de ciclismo de alta qualidade e seus componentes.

PUB

“Este é um marco muito especial para a história da ABUS e dos capacetes de ciclismo. Desde que em 1994 começamos a oferecer capacetes, passamos por altos e baixos. Tivemos a força e a persistência para crescer continuamente no segmento e, com a ajuda da dinâmica de crescimento nos últimos anos no mundo do ciclismo, adquirimos a experiência necessária. Agora o nosso projeto é muito sólido e é um bom momento para expandir este segmento de negócio” – Christian Bremicker, CEO do grupo ABUS.

“Ao integrar totalmente a Maxi Studio no grupo ABUS, estamos a fortalecer o nosso projeto e experiência no setor de capacetes de alta qualidade para ciclistas. Este mercado em crescimento é estrategicamente muito importante para nós internacionalmente, e estamos felizes e gratos em dar as boas-vindas ao experiente fabricante Maxi Studio como um novo membro da família ABUS” – Daniel Bremicker, membro do Conselho de Administração do Grupo ABUS e chefe da Divisão de Segurança Móvel

Oliver Simonaggio continua como Diretor de Operações (COO) na Maxi Studio.

A ABUS coopera com a empresa desde 2016 onde produz os capacetes de gama alta GameChanger, AirBreaker e StormChaser, com os quais competem ciclistas profissionais como a Movistar Team, o campeão mundial de ciclocross Mathieu Van der Poel e muitos outros atletas.

A ABUS oferece a mais ampla gama de capacetes para todos os utilizadores e todas as modalidades do ciclismo (infantil, urbano, e-bikes), bem como produtos de alto desempenho para ciclismo de estrada, MTB e triatlo.

Deixar uma resposta