A UCI anunciou hoje que o novo calendário da Taça do Mundo de Mountain Bike Mercedes-Benz 2020, bem como as datas do próximo Campeonato do Mundo de Mountain Bike UCI apresentado pela Mercedes-Benz, foram aprovadas pelo Comité de Gestão da UCI , que se reuniu ontem durante uma reunião extraordinária por iniciativa do presidente da UCI, David Lappartient, no contexto da pandemia de Covid-19.

Os calendários dos eventos da UCI para as outras disciplinas – exceto road1 – serão anunciados numa data posterior, mas o mais rápido possível. O Comité de Gestão da UCI também aprovou o novo sistema de qualificação para os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Tóquio 2020, adaptado após o adiamento dos eventos para 2021.

Desde que as competições de ciclismo foram interrompidas em meados de março, a crise da saúde mundial afetou pesadamente o nosso desporto, com cerca de mil eventos adiados ou cancelados a pedido de seus organizadores. Isso representa 45% do calendário internacional da UCI. Após o ciclismo de estrada, o ciclismo de montanha é o mais atingido: conta com 30% de adiamentos e cancelamentos (estrada com 40%) e já teve 45% de seus eventos afetados pelo coronavírus.

Tendo em vista a retoma da temporada de ciclismo de 2020, marcada para 1 de julho de 2020 – 1 de agosto para o UCI WorldTour e o UCI Women’s WorldTour , e de acordo com o anunciado em 20 de março, a UCI deu prioridade ao Campeonato do Mundo da UCI e rondas da Taça do Mundo da UCI ao elaborar o novo calendário internacional de mountain bike.

O Campeonato do Mundo de Mountain Bike UCI 2020 apresentado pela Mercedes-Benz para cross-country, inicialmente programado para acontecer em Albstadt (Alemanha), de 26 a 28 de junho, teve que ser cancelado.

A UCI tem o prazer de anunciar que a cidade de Leogang (Áustria), que já iria receber o Campeonato Mundial de Mountain Bike UCI 2020 de downhill apresentado pela Mercedes Benz, bem como o Campeonato Mundial de Pump Track UCI Red Bull 2020, aceitou adicionar as disciplinas de cross-country (cross-country olímpico, cross-country e mountain bike) ao seu programa.

O Campeonato do Mundo da UCI será realizado de 5 a 11 de outubro de 2020. A UCI aplaude a decisão dos organizadores e da Federação Nacional da Áustria pelo ciclismo e está encantada por poder manter a edição de 2020 do principal evento anual da disciplina. Sublinha que a saúde dos atletas e de todas as partes envolvidas continua a ser a principal prioridade e que todas as medidas necessárias serão tomadas a esse respeito.

O Campeonato do Mundo da UCI para as disciplinas de ciclismo de montanha Eliminador, Four-Cross e Maratona acontecerá nas seguintes datas e locais:

  • Campeonato Mundial de Mountain Bike Eliminator da UCI 2020: 23 de agosto, Leuven (Bélgica)
  • Campeonato Mundial da UCI de Four-Cross 2020, apresentado pela Mercedes Benz: 10 a 11 de setembro, Val di Sole (Itália)
  • Campeonato Mundial de Marathon de Mountain Bike da UCI 2020: 24 a 25 de outubro, Sakarya (Turquia).

Quanto à Taça do Mundo de Mountain Bike UCI Mercedes-Benz 2020, a UCI anunciou hoje as datas e os locais das rondas deste circuito. Este anúncio ocorre após um longo procedimento de consulta com as partes interessadas.

A série era inicialmente composta por dez rondas (seis para / cross-country olimpico/ cross-country short track, oito para downhill). Como consequência da pandemia, quatro organizadores foram obrigados a cancelar o evento: Losinj (Croácia), Fort William (Grã-Bretanha), Vallnord Pal Arinsal (Andorra) e Mont-Sainte-Anne (Canadá).

O novo calendário, que se estende de setembro a novembro, compreende seis destinos, dos quais três receberão duas rondas.

A UCI gostaria de reconhecer o espírito de cooperação da comunidade do ciclismo de montanha, que tornou possível estabelecer um calendário sólido e atraente em tão pouco tempo, apesar da situação difícil.

Calendário da Taça do Mundo de Mountain Bike UCI Mercedes-Benz 2020

  • 5-6 de setembro: Lenzerheide, Suíça (XCO / DHI)
  • 12-13 de setembro: Val di Sole, Itália (XCO / DHI)
  • 19-20 de setembro: Les Gets, França (XCO / DHI)
  • 29 de setembro a 4 de outubro: Nove Mesto na Morave, República Tcheca (XCO) – duas rondas
  • 15-18 de outubro: Maribor, Eslovênia (DHI) – duas rondas
  • 29 de outubro a 1 de novembro: Lousã, Portugal (DHI) – duas rondas

Para os Campeonatos Nacionais de mountain bike e BMX Racing, a UCI gostaria de esclarecer que deixará as Federações Nacionais livres para decidir as datas e que os pontos desses Campeonatos serão integrados ao Ranking da UCI em 31 de dezembro de 2020.

Em relação ao ciclocross – após a publicação dos calendários de estrada UCI WorldTour e UCI Women’s WorldTour e o calendário dos eventos de mountain bike da UCI, a UCI está agora a trabalhar com o seu parceiro Flanders Classics e em colaboração com os diferentes organizadores da Taça no Mundo UCI Cyclo-cross para a temporada 2020-2021. Mais informações serão comunicadas em breve.

O Comité de Gestão da UCI também aprovou os sistemas de qualificação para os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Tóquio 2020 após o adiamento desses eventos para 2021 devido à pandemia de coronavírus.

Seguindo a proposta da UCI, o Comité Olímpico Internacional (COI) aceitou que as cotas olímpicas já alocadas para ciclismo de estrada e pista sejam mantidas. Como lembrete, o período de qualificação para essas duas disciplinas terminou, respectivamente, em 22 de outubro de 2019 e 2 de março de 2020.

Para o BMX Freestyle, mountain bike e BMX Racing, cujo período de qualificação deveria ter terminado respectivamente em 11 de maio de 2020, 27 de maio de 2020 e 1 de junho de 2020, o COI respondeu favoravelmente à seguinte proposta:

  • Mountain bike: os pontos concedidos em dois fins de semana da Taça do Mundo da UCI durante a temporada de 2021 serão adicionados aos considerados no ranking de 3 de março de 2020. Os fins de semana ainda não foram determinados e serão comunicados posteriormente.
  • BMX Racing: Os pontos ganhos em dois fins de semana da Taça do Mundo da UCI durante a temporada de 2021 e no Campeonato Mundial de BMX da UCI 2020 serão adicionados aos considerados no ranking de 3 de março de 2020. Os fins de semana da Taça do Mundo da UCI ainda precisam ser determinados e serão comunicados posteriormente.
  • BMX Freestyle: os pontos ganhos em dois fins de semana da Taça do Mundo da UCI durante a temporada de 2021 serão adicionados aos considerados no ranking de 3 de março de 2020. Os fins de semana ainda não foram determinados e serão comunicados posteriormente.

Os sistemas de qualificação para os Jogos Olímpicos estão disponíveis em www.uci.org.

Em relação aos eventos de teste para BMX Freestyle e ciclismo de pista, que foram adiados, a UCI considera que devem ser realizados no mesmo período originalmente planeado em 2020. Esses eventos devem, portanto, ocorrer entre março e abril de 2021.

Em relação aos eventos de ciclismo nos Jogos Paraolímpicos de Tóquio 2020, uma vez que o evento foi adiado por um ano, o Comité de Gestão da UCI aprovou um sistema de qualificação modificado com base nos princípios aplicados ao processo de qualificação olímpica mencionado acima.

Isto está a aguardar a aprovação do Comité Paraolímpico Internacional. Os pontos ganhos no ranking das nações combinadas da UCI até 3 de março de 2020 permanecerão válidos, aos quais serão somados os pontos conquistados nas duas primeiras rondas da Taça do Mundo de Paraciclismo de estrada da UCI para a temporada 2021, cujas datas ainda não foram fixadas.

O sistema de qualificação atualizado para Paraciclismo será publicado muito em breve em www.uci.org.

O presidente da UCI, David Lappartient, declarou: “O anúncio do calendário da Taça do Mundo de 2020 da UCI e a realização do Campeonato do Mundo de UCI de 2020 são excelentes notícias para o mountain bike, uma disciplina muito afetada pelas consequências do coronavírus. É mais um passo, após o anúncio dos calendários profissionais de ciclismo de estrada, rumo a uma retomada da temporada de ciclismo a partir deste verão. A confirmação dos sistemas de qualificação olímpica e paralímpica também tornará o futuro mais claro para os nossos atletas, que poderão avançar com o seu cronograma de treino e competição com vistas aos Jogos de Tóquio no próximo ano. Os nossos calendários continuam dependentes da situação internacional da saúde, mas estamos a caminhar na direção certa e agradeço à família do ciclismo que demonstrou novamente o seu senso de responsabilidade, a sua solidariedade e a sua coragem nestes tempos extremamente difíceis para todos. ”

Toda a informação pode ser consultada em www.uci.org.