O cenário está montado para a espetacular Queen Stage em Stellenbosch na sexta-feira, uma vez que a Scott-SRAM MTB-Racing dominou o contrarrelógio de 43 quilómetros em Oak Valley.

Photo by Shaun Roy/Cape Epic

Nino Schurter e Lars Forster aniquilaram a concorrência no percurso com um tempo de 01:38:41 para retirar quase 90 segundos à liderança da Cannondale Factory Racing.

Estão a cerca de 1:13 atrás de Henrique Avancini e Manuel Fumic, potencialmente um dos finais mais renhidos de sempre do Absa Cape Epic.

Photo by Shaun Roy/Cape Epic

“Hoje foi incrível”, disse Lars Forster sobre o percurso que contou com cerca de 1000 metros de acumulado e passou por todas as melhores seções dos trilhos de Oak Valley e Paul Cluver. “Eu diverti-me muito! Foi muito rápido!”

Photo by Nick Muzik/Cape Epic

“Estivemos bem!”, Acrescentou o parceiro da dupla, Nino Schurter. “Lars estava super forte hoje, ele puxou bem e conseguimos um bom desempenho.”

Photo by Shaun Roy/Cape Epic

A Cannondale Factory Racing não podia ter corrido tão agressivamente quanto talvez tivesse gostado, depois de Manuel Fumic ter sofrido uma queda aos três quilómetros de prova, partindo o seu sistema de bloqueio de suspensão. Isso significava que eles tinham limitar as perdas em vez de consolidar a sua liderança, tal como era a sua estratégia inicial.

Photo by Sam Clark/Cape Epic

“Eu estava a rodar há mais ou menos 40kms com a suspensão bloqueada”, comentou o alemão depois, acrescentando que isso acabou por afetar as suas costas. “Isso deixou” Henrique Avancini “a fazer todo o trabalho e ele era muito forte”, disse.

Photo by Sam Clark/Cape Epic

“Ele trouxe-me até à meta, estamos felizes com o segundo lugar e mantivemos a amarela – tudo bem!”

Photo by Greg Beadle/Cape Epic

A equipe do 7C CBZ WILIER, de Louis Meija e Johnny Cattane, saiu do pódio, descendo para nono na Classificação Geral. Outra alteração notável na Geral, foi protagonizado pelo par italiano Selle San Marco de Damiano Ferraro e Samuele Porro subindo para o terceiro lugar à frente de BULLS Heroes (Urs Huber e Simon Stiebjahn) enquanto SpecializedFoundationNAD caiu para sexto.

Photo by Nick Muzik/Cape Epic

A equipa do Absa African Men teve um dia difícil, com Matt Beers, muito enfaixado, não mostrando quaisquer efeitos negativos de seu grande acidente na etapa 3. Permaneceram solidamente no Jersey Red e estão a pouco mais de um minuto atrás do quinto classificado Centurion Vaude.

Photo by Nick Muzik/Cape Epic

Um minuto eles poderiam facilmente conseguir nos 100 km da Queen Stage com 2850 metros de acumulado em Stellenbosch. De fato, pode haver grandes ganhos de tempo. E perdas. Embora não seja a mais longa das etapas do Absa Cape Epic de 2019, é de longe a mais difícil e conta com os icónicos Gantouw Pass portage e Heelberg King’s Climb com o Dimension Data Hotspot, seguido pelo Land Rover Technical Terrain pelo singletrack de Helderberg Trails. O dia (e escalada) está longe de chegar ao fim. Vai ser um grande dia para todos.

Photo by Sam Clark/Cape Epic

Nos Portugueses, Tiago Silva e Valério Ferreira da Team 5Quinas.cc / Snakebite fizeram o 57 º lugar na geral da etapa e subiram ao 39 º lugar na categoria rainha, após a 4ª Etapa.

José Silva e Ondrej Fojtik da equipa Mitas Head New Race fizeram 36 º lugar na geral da etapa. Continuam no 3º lugar em Master.

Photo by Sam Clark/Cape Epic

Carlos Brito e Raul Amaral do Team Trovador, fizeram 74 º lugar na geral da etapa, estão em 12.º na categoria Master.

Miguel Gonçalves e Nuno Campos do Team Barcelos Portugal, fizeram 80 º lugar na geral da etapa, e estão em 16.º na categoria Master.

Vídeo da 4ª etapa:

Resultados da 4ª etapa do Absa Cape Epic:

1. Scott-SRAM MTB-Racing 4-1 Nino Schurter (Switzerland) 4-2 Lars Forster (Switzerland) 01:38.41,5
2. Cannondale Factory Racing 3-1 Manuel Fumic (Germany) 3-2 Henrique Avancini (Brazil) 01:40.09,6 +1.28,1
3. 7C CBZ WILIER 25-1 Louis Meija (Colombia) 25-2 Johnny Cattaneo (Italy) 01:41.04,2 +2.22,7

Photo by Nick Muzik/Cape Epic

Geral do Absa Cape Epic 2019:

1. Cannondale Factory Racing 3-1 Manuel Fumic (Germany) 3-2 Henrique Avancini (Brazil) 14:59.41,5
2. Scott-SRAM MTB-Racing 4-1 Nino Schurter (Switzerland) 4-2 Lars Forster (Switzerland) 15:00.55,0 +1.13,5
3. Trek Selle San Marco 10-1 Damiano Ferraro (Italy) 10-2 Samuele Porro (Italy) 15:09.31,9 +9.50,4
4. BULLS Heroes 6-1 Urs Huber (Switzerland) 6-2 Simon Stiebjahn (Germany) 15:09.45,4 +10.03,9
5. Centurion Vaude 9-1 Daniel Geismayr (Austria) 9-2 Jochen Kaess (Germany) 15:20.06,1 +20.24,6
6. SpecializedFoundationNAD 13-1 Alan Hatherly (South Africa) 13-2 Matthew Beers (South Africa) 15:21.18,6 +21.37,1
7. Canyon 5-1 Kristian Hynek (Czech Republic) 5-2 Petter Fagerhaug (Norway) 15:21.33,8 +21.52,3
8. BUFF SCOTT MTB 11-1 Francesc Guerra Carretero (Spain) 11-2 Enrique Morcillo Vergara (Spain) 15:27.36,5 +27.55,0
9. 7C CBZ WILIER 25-1 Louis Meija (Colombia) 25-2 Johnny Cattaneo (Italy) 15:32.49,6 +33.08,1
10. BULLS Legends 2-1 Karl Platt (Germany) 2-2 Alban Lakata (Austria) 15:32.54,6 +33.13,1

Deixar uma resposta