O “Tour de France do BTT” está prestes a começar, com Schurter/Forster e Frischknecht/Heyns, a SCOTT-SRAM está de olho no prémio do Cape Epic, na África do Sul.

@ raineduponmedia / Etienne van Rensburg

Cidade do Cabo, África do Sul, 8 dias, 624 quilómetros e 16650 metros de subida. Servindo para abrir a temporada da SCOTT-SRAM, o “Tour de France do BTT” é uma corrida que realmente faz jus ao seu título.

As expectativas são novamente altas. Considerando as últimas circunstâncias, a equipa SCOTT-SRAM decidiu fazer uma mudança de última hora no emparelhamento da equipa.

O campeão olímpico Nino Schurter agora irá competir com o campeão europeu Lars Forster, enquanto Andri Frischknecht – vencedor do Swiss Epic 2018 e vencedor de uma etapa do Cape Epic – forma a equipa DSV-SCOTT-SRAM com o campeão sul-africano de maratonas, Gert Heyns.

O campeão mundial N1NO Schurter e o campeão europeu Lars Forster enfrentarão o desafio juntos no Cape Epic de 2019. © Margus Riga

Pouco antes da partida para África do Sul, Nino, Lars e Andri fizeram o seu teste anual de desempenho na pré-temporada no Swiss Sports Institute em Magglingen. Todos eles estão em excelente forma física.

@ raineduponmedia / Etienne van Rensburg

No entanto, Andri Frischknecht, que originalmente era parceiro do Nino no Cape Epic, estava a lidar com alguns problemas de saúde no campo do treino, em fevereiro. Mesmo que ele esteja de volta aos trilhos de imediato, a equipa “não-tão-ideal” construída para o Cape Epic colocou-o entre a espada e a parede.

As expectativas dele pedalar com Nino eram extremamente altas. Cumprir essas expectativas requer uma preparação perfeita que, infelizmente, não foi possível.

“A SCOTT-SRAM precisa de estar na linha de partida com os dois pilotos mais fortes do momento. Fisicamente e mentalmente, eu sinto-me bem de novo, mas não tenho 100% de certeza de que isso possa ser suficiente para correr ao lado do Nino. Como há dois anos atrás, farei o possível para ajudar a vencer como equipa”. Diz Andri Frischknecht, MTB SCOTT-SRAM Racing.

Com Lars Forster, a SCOTT-SRAM está na feliz situação de ter mais do que apenas um plano de backup. É por isso que o diretor da equipa Thomas Frischknecht decidiu fazer esta mudança.

Mesmo que Lars seja um novato no Cape Epic, a SCOTT-SRAM A-Team será aquela onde pôr os olhos. Lars está em ótima forma e ansioso para aproveitar esta oportunidade para correr com Nino. Ele diz: “Se eu tiver a hipótese de correr com o Nino para uma vitória no Cape Epic, eu vou agarrá-la! Eu sinto que estou pronto para esta aventura. Na falta de experiência, eu compenso com ter um ótimo professor ao meu lado. Vamos a isso!”

“É uma espécie de luxo – tenho duas fortes opções para competir. Andri iria estar preparado. Considerando o tempo que falta para o Cape Epic, talvez seja melhor tirar um pouco de pressão de cima dele. Agora, com o Lars, estou igualmente empolgado para começar o meu 6º Cape Epic. Nós vamos com tudo!” – Diz N1NO ​​Schurter, Campeão Olímpico e 7x Campeão Mundial – MTB SCOTT-SRAM Racing.

O diretor da equipa, Thomas Frischknecht, acrescenta: “O Cape Epic é indomável e imprevisível. O mais importante é ter duas equipas fortes que trabalham bem juntas, há dois anos, quando o Nino venceu no geral com Matthias Stirnemann e Andri venceu duas etapas com Michiel van der Heijden”.

@ raineduponmedia / Etienne van Rensburg

“Em 2019 nós temos uma situação destas com duas equipas muito promissoras, não importa quem está emparelhado com quem. O resto da história será contada pelo próprio Cape Épic. Problemas mecânicos, lesões e questões de saúde podem acabar com todos os sonhos em segundos. Ao contrário do ano passado, contamos que a sorte possa estar de novo do nosso lado”.

@ J. Haar

Edição Especial SCOTT Spark RC World Cup N1NO ​​Schurter Cape Epic, com espigão de selim eletrónico RockShox Reverb AXS, a nova tecnologia de mudanças sem fios SRAM Eagle AXS e TwinLoc.

Deixar uma resposta