A Rede Nacional de Cicloturismo continua a crescer e com ela novas rotas para descobrir Portugal em cima de uma bicicleta

177

Desde o passado mês de Maio que está disponível o novo Road Book 2018 da Rede Nacional de Cicloturismo, que conta já com mais de 3800 quilómetros de estradas com reduzido tráfego automóvel, ciclovias, ecovias e ecopistas por todo o país identificadas em GPS.

Rede Nacional de Cicloturismo 2018

Estando já na sua 4ª edição (a primeira publicação dada de 2015) este ano a Rede Nacional de Cicloturismo conta com mais 1100 kms de novas rotas de onde se destacam as novas secções para as ecovias 4 e 10 que, juntamente com outras novas secções, permitem viajar de Lisboa ao Parque Natural do Douro Internacional passando pelas regiões do Alto Alentejo, Beira Baixa e Beira Alta.

Mapa Geral da Rede Nacional de Cicloturismo, com identificação das novas rotas englobadas em 2018

Nota ainda para a secção 4.21 que permite viajar de Serpa a Mértola ao longo do Parque Natural do Vale do Guadiana com uma visita às quedas de água do famoso Pulo do Lobo.

Este ano foram também incluídas na rede algumas ecovias (como as de Torres Vedras e de Ponte de Lima) bem como diversas ecopistas da REFER (antigos ramais ferroviários) ainda que não completamente renovadas em toda a sua extensão.

Ecopista do Vouga, entre Sernada do Vouga e Oliveira de Frades, agora englobada na Ecovia 8

Outra das grandes novidades é, pela primeira vez, todas as 19 rotas de longa distância projectadas (4 meridionais e 15 paralelas) terem neste momento pelo menos uma secção identificada, aproximando-se assim a rede cada vez mais dos 7000 km estimados a identificar até 2025.

Exemplo de página com mapa, dados técnicos, descrição e outras informações. Neste caso secção 1.07 da Ecovia 1

Como é costume, por forma a que todos os cidadãos do planeta possam conhecer no imediato Portugal em bicicleta, foi publicada primeiro a versão em inglês. Para quem adquirir esta versão, será posteriormente enviada sem encargos extra a versão na língua de Gil Vicente, que se estima pronta durante o mês de Julho.

Mais informação em ecovias.pt.

DEIXE UMA RESPOSTA

Escreva o seu comentário
Escreva o seu nome