A 2ª etapa da TransPortugal Europcar Race 2019, de Peso da Régua a Viseu, foi brilhantemente conquistada pelo inconformista Davide Machado (PT)-823, com 4h12m28s de prova, juntamente com o doutrinador Renato Ferreira (PT)-822, ambos pela Europcar Team, a quebrar records de etapa.

© TransPortugal – Pedro Cardoso

O bracarense Davide desobedece às limitações impostas por um exigente horário de trabalho, com um commute diário de cerca de 45km, entre Cascais e Fontanelas (Sintra). Licenciado em gestão no ISCAL, Davide é apaixonado por montanhas, em particular por orientação terrestre e ori-BTT.

Tudo isto aos 31 anos, já longe do clarinete e da banda filarmónica. Conhecer os limites e agir sobre eles é a postura de Renato. Licenciado em Ciências do Desporto, na vertente de Exercício e Saúde, com formação em massagem desportiva, terapêutica e auxiliar, Renato tem o seu próprio gabinete de massagem desportiva, que acumula com a atividade de professor do 1º ciclo.

© TransPortugal – Pedro Cardoso

Cerca de 4 minutes depois de Davide e Renato, chegou à meta o serrano Marco Macedo (PT)-362, ao qual se seguiram Marco Costa (PT)-776 e Hugo Dias (PT)-800, com os portugueses a dominar as primeiras 5 posições.

© TransPortugal – Pedro Cardoso

Seguiu-se o sueco Jakob Björklund (SE)-795 e, depois, Rich Damant (ZA)-793, Chad Jarret (US)-815, Andrej Rakow (ZA)-650, Romain Nogueira (FR)-768 (ex aequo) e em 11º Peter Minnaar (NL)-529. A primeira mulher foi, uma vez mais, Jill C Mairs (US)-762, em 12º. A neerlandesa Lis Koehl (NL)-388 ficou na 18ª posição e Gégé Bereau-Wexler (FR)-819 na 57ª.

© TransPortugal – Pedro Cardoso

No que respeita à classificação geral, a situação torna-se francamente interessante, numa altura em que ainda tudo pode acontecer.

A camisola amarela é de Renato Ferreira (822-Europcar), com Marco Macedo (PT)-362 na segunda posição, a 7m43s. Mas Davide Machado (PT)-823 está agora a escassos 55s de Macedo. Marco Costa (PT)-776 desceu duas posições, passando agora para 4º na geral.

© TransPortugal – Pedro Cardoso

Seguem-se Hugo Dias (PT)-800, Jakob Björklund (SE)-795 em 6º, Rich Damant (ZA)-793 em 7º, com uma subida de 3 posições, Romain Nogueira (FR)-768 em 8º, Andrej Rakow (ZA)-650em 9º e Chad Jarret (US)-815 na 10º posição.

A etapa foi extenuante, mas marcada pela diversidade da paisagem, as passagens de rio e, claro, as aldeias. Como era de esperar, assistimos a mais um desfile de originalidades, desde um jersey em padrão de azulejos (de João Margato PT-295, posicionado em 29º na etapa), a um segundo-fato de flamingos para o picnic, além do já habitual sombrero de Eddie Garcia (783 US).

© TransPortugal – Pedro Cardoso

A terceira etapa da da TransPortugal Europcar Race 2019, de Viseu às Penhas da Saúde, na Serra da Estrela, é essencialmente uma etapa de subidas. A etapa tem 97km com 2958m de elevação.

A partida será fora da cidade de Viseu, diretamente em trilho, com pequenas oscilações de terreno sem dificuldade técnica, salientando-se uma divertida descida até às termas de Alcafache. Seguem-se caminhos estreitos pelo bosque.

Na segunda metade da etapa, existe uma pequena modificação relativamente aos anos anteriores, com substituição da descida à capela de Assedasse por um trilho rural.

© TransPortugal – Pedro Cardoso

O trajeto continua com um caminho magnifico, em zigue-zagues até Manteigas ao qual se seguirá a épica subida rainha da prova.