Durante a 1ª etapa da TransPortugal Europcar Race 2019, o veterano Francisco Carneiro (PT)-262 manteve-se muito tempo na linha da frente, acabando por ser ultrapassado já na segunda metade do trajeto.

© TransPortugal – Pedro Cardoso

O primeiro a chegar à meta foi Renato Ferreira (PT)-822, com a camisola da Europcar, seguido de Marco Macedo (PT)-362 (Epic Bike Store) e Marco Costa (PT)-776 (Marques & Pereira/EM3/Os Beirões) nos 4 minutos seguintes.

Nas seguintes posições (da 4ª à 10ª) ficaram Davide Machado (PT)-823, Hugo Dias (PT)-800, Francisco Carneiro (PT)-262, Jakob Björklund (SE)-795, o luso-descendente Romain Nogueira (FR)-768, Andrej Rakow (ZA)-650e Cláudio Rilhó (PT)-788 ex aequo com Rich Damant (ZA)-793.

© TransPortugal – Pedro Cardoso

A primeira mulher do dia foi Jill C Mairs (US)-762, na 16ª posição. Lis Koehl (NL)-388 ficou em 28º e Gégé Bereau-Wexler (FR)-819 em 56º. Anel Fourie (ZA)-809, Marius Fourie (ZA)-787 e Gerrit van der Walt (ZA)-797 não completaram a etapa no tempo previsto.

© TransPortugal – Pedro Cardoso

Amarelo, vermelho, verde ou azul, às riscas ou às bolinhas, o que interessa realmente foi singularmente resumido pelo mexicano Edgar Castaños (MX)-360 (21º na geral): “No importa como le das, sino como te ves”.

© TransPortugal – Pedro Cardoso

A segunda etapa da TransPortugal Europcar Race 2019, de Peso da Régua a Viseu, foi concebida em 2017. Com um total de 91km, e uma elevação de 2665m, a etapa inicia com a desafiante subida, de cerca de 15km, até à Serra das Meadas.

© TransPortugal – Pedro Cardoso

Neste trajeto, a inclinação chega a uns extenuantes 26% para culminar numa paisagem insólita e árida, repleta de eólicas até Pretarouca e, adiante, Moura Morta.

© TransPortugal – Pedro Cardoso

Outros pontos de destaque do dia são as passagens pelas poldras dos rios Paivô e Paiva: belíssimas oportunidades para molhar os pés ou mesmo mergulhar. A paisagem vai mudando lentamente, numa viagem no tempo até Viseu.