Pelotão de luxo na Volta ao Algarve

0
449

Volta ao Algarve 2016Um luxuoso pelotão de 190 corredores começa, nesta quarta-feira, a percorrer os 743,2 quilómetros que compõem a 42.ª Volta ao Algarve, que se disputa até domingo, ao longo cinco etapas.
A primeira tirada da prova arranca em Lagos, às 10h50 de quarta-feira, e termina, depois de ultrapassados 163,6 quilómetros, no centro de Albufeira, cerca das 14h50. Os sprinters são os protagonistas mais prováveis do primeiro dia, sendo de esperar uma luta a alta velocidade entre homens como André Greipel (Lotto Soudal), Marcel Kittel (Etixx-QuickStep), Heinrich Haussler (IAM Cycling), Jasper Stuyven (Trek-Segafredo), José Joaquín Rojas (Movistar), Phil Bauhaus (Bora-Argon 18), Jonas van Genechten (IAM Cycling) ou Dylan Groenewegen (Lotto NL-Jumbo).

A segunda jornada acolhe a etapa rainha da competição, 198,6 quilómetros, entre Lagoa (10h50) e o ponto mais alto do Algarve, a Fóia, no concelho de Monchique (16h00). A chegada, coincidente com uma contagem de montanha de primeira categoria, depois de ultrapassadas outras três subidas pontuáveis para a classificação dos trepadores, deverá dar a conhecer o momento de forma dos principais candidatos ao triunfo na Volta ao Algarve: Alberto Contador (Tinkoff), Fabio Aru (Astana), Joaquim Rodríguez e Tiago Machado (Katusha), Rigoberto Urán (Cannondale), Thibaut Pinot (FDJ), Ion Izagirre (Movistar), Geraint Thomas (Sky), Julián Arredondo e Fränk Schleck (Trek-Segafredo).

PUB

O terceiro dia será de acerto de contas por parte dos contrarrelogistas, que contam com um exercício individual de 18 quilómetros, com partida e chegada em Sagres. Os primeiros 4,5 quilómetros, mais técnicos, não deverão impedir os grandes especialistas presentes de conseguirem desempenhos de elevado nível. O vento, muitas vezes presente neste ponto do Algarve, vai endurecer a corrida. Os favoritos aos primeiros lugares na etapa são corredores do calibre de Fabian Cancellara (Trek-Segafredo), Tony Martin (Etixx-QuickStep), Nelson Oliveira, Alex Dowsett e Jonathan Castroviejo (Movistar), Tiago Machado (Katusha), Geraint Thomas (Sky), Luis León Sánchez (Astana), Rigoberto Urán (Cannondale), Matthias Brändle (IAM Cycling) e Jan Bárta (Bora-Argon 18).

Os sprinters voltam a ter uma oportunidade para testar a velocidade de ponta na quarta etapa, 194 quilómetros que levam o pelotão de S. Brás de Alportel até Tavira, local onde os protagonistas deverão ser os mesmos da primeira etapa.

Prevê-se emoção até ao último metro de corrida, já que a derradeira etapa, com início em Almodôvar e 169 quilómetros de estrada, termina no alto do Malhão, uma curta mas inclinada subida de segunda categoria. Quem almejar a camisola amarela Cyclin’Portugal vai ter de estar na dianteira nesta jornada.

Números da Volta ao Algarve
190 corredores, em representação de 24 equipas, 12 das quais de primeira divisão mundial
27 nacionalidades representadas no pelotão
4 ciclistas presentes são do top 10 internacional
25 corredores terminaram 2015 no top 100 do Mundo
9 elementos do pelotão são campeões nacionais em título
3 dos presentes já venceram a Volta ao Algarve: Alberto Contador (2009 e 2010), Geraint Thomas (2015) e Tony Martin (2011 e 2013)
105 jornalistas acreditados, oriundos de 12 países

Prémio Prestígio
A organização da Volta ao Algarve vai homenagear três dos corredores participantes com maior palmarés. Receberão o Prémio Prestígio, à partida para a última etapa, no domingo, Alberto Contador (Tinkoff), Fabian Cancellara (Trek-Segafredo) e Tom Boonen (Etixx-QuickStep).

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here